10 erros que comete no treino

0

Todos sabemos que a fórmula para uma vida saudável é comer bem e mexermo-nos. Contudo, muitas vezes, no treino cometemos erros que, sem nos apercebermos, comprometem o aparecimento de resultados.

Confira os erros mais frequentes:

  • Não hidratar. Quando vamos treinar, devemos reforçar a dose de água ingerida, antes, durante e após o treino. A água tem um papel fundamental na regulação da temperatura corporal, pelo que é essencial repor os líquidos perdidos em forma de suor, para não comprometer a nossa saúde e o rendimento físico.
  • Não fazer uma refeição pré-treino. Por vezes, optamos por não comer nada antes de treinar para não termos a sensação de barriga cheia ou levados pelo mito do treino em jejum como forma de queimar gordura rapidamente. Contudo, para treinarmos com intensidade necessitamos da energia proveniente dos alimentos e quando esta não está disponível, o nosso metabolismo começa a processar a proteína dos músculos, traduzindo-se numa diminuição da massa magra.
  • Fazer sempre os mesmos exercícios. Não deixe o treino cair na monotonia. O nosso corpo adapta-se à situações, por isso, é necessário variar para criar uma reacção de “choque” no metabolismo. Varie o grupo muscular a trabalhar, a intensidade, o número de repetições, o peso, etc.
  • Não ter um plano de treino. Ir treinar sem um plano definido ou sem acompanhamento profissional pode revelar-se num desperdício de tempo. Sem termos uma lista do que fazer, vamos deambular pelo ginásio, fazer exercícios avulso e perguntar constantemente “e agora?”.
  • Baixa intensidade. Estar inscrito no ginásio não é condição suficiente para ficar em forma. Se vai para lá passear, conversar, ver as séries que passam nos ecrãs, não espere grandes resultados.
  • Não definir metas ou objectivos. De certeza que se pratica exercício, tem um determinado propósito: emagrecer, ganhar massa muscular, tonificar, definir, etc. Não definir objectivos concretos é o primeiro passo para falhar a sua concretização. Defina metas e prazos e vá apontando os seus resultados.
  • Exagerar na dose. Treinar muito pesado por causar lesões e fadiga muscular, principalmente para quem não está habituado a treinar. Inicialmente, modere a intensidade e a frequência de treinos, pois o cansaço excessivo pode levar a paragens mais prolongadas e à desmotivação.
  • Não levar o treino a sério. O tempo é algo muito valioso, por isso aproveite o tempo de treino ao máximo e não perca o foco. Se se distrai facilmente, por exemplo com o telemóvel, opte por deixá-lo no balneário.
  • Má proporção cardio-musculação. Mesmo que o seu objectivo seja emagrecer, deve juntar aos exercícios aeróbicos a musculação. Lembre-se que aumento de massa muscular faz acelerar o metabolismo e, assim, contribuir para a diminuição do peso.
  • Não usufruir do tempo de treino. O tempo que dedica ao treino não pode ser visto como tempo perdido, antes pelo contrário. Trata-se de tempo de qualidade, dedicado a si mesmo, esquecendo o stress e o mundo ‘lá fora’. Se tem dificuldade em alhear-se dos problemas, dedique algum tempo prévio na escolha da banda sonora do seu treino e recheie o seu mp3 com músicas que lhe proporcionem alegria e boa disposição.
Necessita de ajuda profissional? www.treinoemcasa.com
Bons treinos!
Share.

About Author

Leave A Reply