O açúcar nos alimentos

0

Há produtos alimentares surpreendentemente ricos em açúcar!

 

Já se pretende reduzir a quantidade açúcar de um pacotinho daqueles que são dados com o café. Isto porque só essa pequena dose tem cerca de 8g de açúcar, o que em termos de valor energético (“calorias”) é o equivalente a meia fatia de pão branco.

 

Pense no número de cafés que bebe por dia. E agora faça as contas! Obviamente não se pode/deve fazer uma conversão direta, mas serve para ter a ideia dos excessos em açúcar que deliberadamente fazemos no dia-a-dia.

 

No entanto não ficamos por aqui. São diversos os alimentos cujo teor em açúcar adicionado é elevado. E é inacreditável a variedade de alimentos que sem termos perceção disso têm açúcar adicionado na sua composição. É por isso mesmo que se torna imprescindível (e cada vez mais) olhar para a lista de ingredientes nos rótulos e ver se o alimento possui açúcar adicionado ou denominações como como sacarose, glucose, frutose, mel, dextrose, açúcar invertido, xarope de …

 

Alguns estudos experimentais parecem revelar que as áreas cerebrais estimuladas aquando da ingestão de açúcar são semelhantes às estimuladas pela cocaína, nomeadamente o núcleo de acumbens, uma zona do cérebro que está associada às sensações de prazer e gratificação. Será que podemos olhar para a ingestão desmesurada de açúcar/produtos alimentares ricos em açúcar como uma adição? Não querendo colocar ao mesmo nível do vício da cocaína, obviamente, mas trata-se de um problema sério e que deve ser encarado com a seriedade que lhe está subjacente.

 

Em alguns alimentos é mais evidente que existe adição de açúcar, pelo seu sabor exageradamente doce. Mas será que temos exatamente a noção de que quantidade é esta? E quando estes alimentos são dados às crianças, não estará nas mãos dos pais controlar este abuso diário?

 

Ficam aqui alguns exemplos…

 

Refrigerantes

(1 lata de 330mL)

Coca-cola – 33g açúcar

Iced Tea  – 22g açúcar

refrigerantes

 

Cereais de Pequeno-almoço (para crianças!!!)

(1 dose de 30g)

Estrelitas – 7g açúcar

Chocapic – 9g açúcar

Cheerios – 7g açúcar

cereais

 

(1 dose de 50g)

Papa cerelac – 18g açúcar

Nestum – 15g açúcar

papa

 

Fruta em conserva

Pêssego (2 pedaços) – 10g açúcar

Ananás (2 rodelas) – 11g açúcar

fruta

 

Molhos

(1 colher de sopa)

Ketchup – 4g açúcar

Molho agridoce – 3g açúcar

molhos

 

Mas existem variadíssimas alternativas, sem adição de açúcar, que podem efetivamente conter açúcar na sua composição mas é o açúcar natural dos alimentos.

 

Proponho que faça as seguintes trocas:

  • refrigerantes por bebidas aromatizadas ou chás/infusões frias, sem adição de açúcar;

  • cereais açucarados por flocos de aveia integrais (pode fazer papas e adicionr fruta, mel, frutas oleaginosas, fruta desidratada, canela, etc.) ou cereais do tipo muesli sem açúcar;

  • fruta em calda por fruta fresca ao natural, pode inclusive fazer uma salada de frutas e usar sumo de laranja natural para melhorar o sabor;

  • molhos de compra por molho de iogurte natural (aromatizado com alho, ervas e especiarias) ou molho vinagrete (feito com azeite, sumo de limão e/ou vinagre e pimenta).

 

Concordemos que é mais fácil abrir uma lata vinda do frigorífico do que preparar as frutas para aromatizar uma água. Ou despejar os cereais no leite do que fazer umas papas de aveia ao lume. Ou até mesmo espremer a embalagem do molho em vez de cortar todos os ingredientes para misturar no iogurte. No entanto, não só se tratam de opções económicas, mas também o impacto que a sua ingestão continuada tem na saúde é completamente diferente. Porque acredite, em termos de sabor não vai ficar a perder!

 

Agora faça a sua escolha… quer continuar a alimentar este "vício" ou quer mudar os seus hábitos em busca de uma saúde melhor?

 

Share.

About Author

Sou um apaixonado pelo desporto. Atualmente sou triatleta amador e treinador pessoal. Licenciado em Ciências do Desporto, mestre em gestão de empresas, sou especializado em programas de perda de peso. Sou ainda autor do livro Correr para emagrecer e criador das marcas TreinoEmCasa ® (treino personalizado em casa), Treino Virtual ® (treino personalizado online) e FitZai ® (software de planeamento e controlo de treino).

Leave A Reply