Como manter a motivação

0

O homem é um ser de hábitos, por isso, a forma de levar o treino a sério é torná-lo uma rotina, quase um compromisso consigo mesmo. Vai ver que incorporando esse estilo de vida, vai ser complicado é deixar de treinar.

Começar ou recomeçar nem sempre é fácil, requer dedicação, sacrifício e disciplina, mas manter a motivação também pode ser um desafio. Damos algumas dicas para manter o foco:

  • Diga ‘não’ às desculpas:

Não podemos dar a desculpa real que não nos apetece, por isso, temos sempre na manga várias desculpas comuns com que podemos sempre contar (começo segunda, começo no próximo mês, está chuva/frio/calor, estou doente, não tenho tempo, tenho de emagrecer primeiro,…). Seja sincero consigo mesmo e não aceite desculpas – as desculpas são para os fracos.

  • Motive-se com os resultados:

Antes de começar tire fotografias frontais e laterais, meça-se, pese-se e anote os seus resultados nos testes iniciais de resistência, flexibilidade e força. Passado um mês repita o processo e aponte os resultados. Se o treino estiver a ser eficaz, a sua evolução será positiva e um importante factor motivacional – a meta encontra-se mais próxima.

  • Não se deixe abater pela ausência de resultados:

Se treina com intensidade e regularidade e não vê resultados, possivelmente está a avaliar mal a sua evolução. Em que se baseia para dizer que não vê resultados? Peso? Percentagem de massa gorda? Nem todos os corpos reagem de forma igual, nem sempre os resultados aparecem logo. Foque-se em pequenas metas, conquista mínimas e não pense em alcançar logo o resultado final. Por exemplo, se o seu objectivo é perder peso e tonificar, opte por usar uma fita métrica em vez de subir à balança.

  • Pare de mentir a si mesmo:

Quantas vezes dizemos “mas porque é que engordei esta semana se eu até me portei bem?”. Às vezes tendemos a enganarmo-nos a nós próprios e até acreditamos no que dizemos, o problema é que isso não corresponde à realidade. Há que desconstruir este “portei-me bem”. Se treinou 3-4 vezes nessa semana, pense se imprimiu intensidade ao treino ou se foi só passear ao ginásio. Se comeu essencialmente comida saudável, tente recordar-se de algumas asneiras que tenha cometido esporadicamente e contabilize-as – vai ver que afinal não foram assim tão poucas calorias.

  • Não deposite expectativas nos outros:

Para se sentir bem consigo mesmo e orgulhoso das suas conquistas não precisa da aprovação de ninguém, por isso não deixe que a sua motivação dependa de elogios alheios.

  • Relacione-se com pessoas motivadas:

Se treina com um amigo, procure que esse amigo esteja tão ou mais motivado que você. Rodeie-se de pessoas que o encorajam, que acreditam no seu potencial e que o ajudam a melhorar. Um companheiro de treino deve ser alguém comprometido, esforçado e com intimidade suficiente para recusar uma desculpa “esfarrapada”.

  • Procure ajuda especializada:

Se não se sente capaz e com motivação suficiente para alcançar o seu objectivo, não hesite em pedir ajudar. Os profissionais especializados têm inúmeros conhecimento e experiência, que certamente será útil para o ajudar a obter resultados e a manté-lo motivado.

Encontre-nos em www.treinoemcasa.com.

Share.

About Author

Leave A Reply