Michael Phelps e as manchas negras nos Jogos Olímpicos do Rio 2016

0

As manchas negras do Michael Phelps nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 são uma terapia da Medicina Chinesa chamada de ventosaterapia ou "Cupping", que recorre a ventosas (ferramentas geralmente feitas de vidro, acrílico, madeira ou outros materiais), que promovem um efeito de vácuo local.

É usada (também) por atletas Olímpicos porque não é considerada doping, mas tem resultados práticos inegáveis. Podendo ser uma ferramenta que causa diferença a nível de resultados, no aumento da performance desportiva.

A técnica usa a força do vácuo criado com a diferença de pressão interior e exterior, gerando uma força de sucção, que estimula o fluxo sanguíneo e que pode levar à presença de uns círculos vermelhos na pele, características que desaparecem em poucos dias.

A marca é sinal de uma hipervascularização da zona, assim como a movimentação de sangue estagnado naquela zona, que está a ser superficializado para ser mais tarde eliminado pela circulação normalizada. Quanto mais escura a marca, mais tenso estará o músculo ou maior número de aderências musculares e resíduos do metabolismo celular e sangue, estagnados na zona, terá. Tal situação poderia criar inflamações futuras locais.

Em Medicina Chinesa usam-se este tipo de técnicas como forma de limpar o sangue das toxinas acumuladas no organismo, produzidas por alimentos, lesões, tensões e patologias diversas. A estagnação do sangue, escuro e pouco oxigenado nos diversos grupos musculares e articulações é considerado pela Medicina Chinesa como um dos elementos causadores de doença e/ou fragilidade local.

As ventosas tornam a Massagem Tuina mais eficaz, pois puxam os músculos para cima (pela força do vácuo), provocando o estiramento muscular.

Podem ser usadas de forma fixa ou sob efeito de massagem, movendo-as ao longo do corpo. Mantendo a flexibilidade dos músculos e, como foi dito, retirar aderências, fibroses e mobilizar o funcionamento dos órgãos, descongestionando bloqueios de energia (Qi), activando a circulação e funcionamento geral do corpo.

Qual é a importância e lógica fisiológica do seu uso? Em resumo:

– A Ventosaterapia usa o próprio corpo para se reparar a ele próprio. É um meio natural, eficaz e acessível.

– Permite maior aporte e qualidade de sangue nos músculos, reflectindo-se em maior nutrição e oxigenação local, Reforçando a área trabalhada.

– Trata Dor: pois a dor muscular pós-treino é causada pela presença de ácido lático no músculo. Quando a circulação sanguínea é aumentada, o ácido é eliminado de forma mais rápida.

– Ajuda na recuperação, da fadiga dos treinos e competições constantes. Ao ser aplicada esta técnica é recebida pelo corpo como uma forma de agressão, provocando uma resposta que acelera a recuperação, enviando para essa zona uma série de substâncias naturais (analgésicas e anti-inflamatórias) que vão beneficiar a zona.

Indicações terapêuticas:

  • Recuperação Desportiva
  • Patologias músculo esqueléticas
  • Contraturas
  • Tensão muscular

Onde pode fazer a terapêutica com ventosas do Michael Phelps:

Centro O meu Peso

Rua Artilharia 1, Nº67, r/c frente (junto ao Marquês de Pombal)

www.omeupeso.com

Tel: 213 880 351

 

Share.

About Author

Sou um apaixonado pelo desporto. Atualmente sou triatleta amador e treinador pessoal. Licenciado em Ciências do Desporto, mestre em gestão de empresas, sou especializado em programas de perda de peso. Sou ainda autor do livro Correr para emagrecer e criador das marcas TreinoEmCasa ® (treino personalizado em casa), Treino Virtual ® (treino personalizado online) e FitZai ® (software de planeamento e controlo de treino).

Leave A Reply