Treinar de manhã, à tarde ou à noite?

0

Não existe uma hora ideal para treinar. Tudo depende dos seus horários e do seu próprio ritmo. Há pessoas que conseguem acordar às 6 da manhã para ir correr e outros que só ao final da tarde é que conseguem fazer exercício físico. Para além de conciliar horários profissionais e familiares, é necessário ajustar também o seu relógio biológico.

Conforme a altura do dia, as nossas funções fisiológicas vão variando (pressão arterial, temperatura corporal, batimento cardíaco, flexibilidade muscular, nível hormonal, etc.). O importante é criar uma rotina exequível e um compromisso para cumprir semanalmente. Ao habituar o corpo a determinado horário, a musculatura vai estar mais bem preparada e responsiva e, assim, o treino será mais eficaz. Para além dos condicionamentos físicos, existem ainda factores psicológicos e comportamentais que influenciam a nossa motivação e predisposição para treinar.

De modo geral, todos os horários apresentam prós e contras:

Manhã:

De manhã, o nosso corpo após ter passado várias horas em repouso necessita de algum tempo de adaptação, faça um bom aquecimento e comece com exercícios menos intensivos. Contudo, é um óptimo horário pois é aquele onde existe maior grau de compromisso e consistência de treinos e é uma excelente forma de começar a jornada, com uma melhor disposição.

Tarde:

É a altura do dia em que temos mais energia, por isso, pode ser uma boa opção para treinos de alta intensidade e cardiovasculares. É também ao final da tarde que a temperatura corporal e os níveis hormonais atingem o seu ponto máximo, o que deixa os músculos mais flexíveis e aptos para treinar. Alguns estudos apontam um desempenho ligeiramente superior nos treinos entre as 16 e as 19 horas, nomeadamente a capacidade aeróbica, os níveis de força e resistência e, inclusivamente, o tempo de reacção.

Noite:

A noite é, por norma, a altura do dia onde o cansaço acumulado e a preguiça se instalam, porém, para muitos, é o único horário viável e livre na agenda.  Se o cansaço for maioritariamente mental, o treino pode ser um precioso aliado para descansar o cérebro e concentrar o seu esforço nos exercícios, esquecendo problemas e preocupações. Há, apenas, que ressalvar a qualidade do sono, pois se o treino for muito intenso pode fazer  aumentar o nível de stress e interferir no descanso. Caso o treino se realize num horário muito próximo da hora de deitar, opte por exercícios mais calmos e relaxantes.

Lembre-se que treinar a qualquer hora do dia é melhor que não treinar. Por isso, nos dias em que não conseguir cumprir o seu horário fixo de treino, não deixe de o fazer noutro período, o seu corpo adaptar-se-á.

Share.

About Author

Leave A Reply