Desafio da Susana | 4ª Semana

0

4ª Semana: -0,2 kg | -1,1% massa gorda

Esta semana já sabia ao que ia, o Pedro tinha-me avisado e eu não tinha resistido a pesar-me no dia anterior. Confesso que fiquei desanimada pois a nível alimentar, apesar de me ter custado muuuito, tenho cumprido todo o plano e treinei 5 vezes. Não sei se foi derivado ao facto de ter tido dois dias de descanso ou de o organismo já se estar a habituar ao ritmo mas é importante reforçar o lado positivo: -3,1 kg e a massa muscular está a aumentar – o que é um bom indicador. Para além disso ainda fiz os meus primeiros 7 km seguidos e a minha resistência nunca esteve melhor.

Como referi, esta semana tive, pela primeira vez dois dias de descanso completo, sem caminhadas, treinos ou corridas. Foi também uma semana com alguns treinos diferentes, nomeadamente de coordenação motora e melhoria da perceção do espaço e da força. Eu sou, por norma, uma pessoa ‘destrambelhada’, não sei distinguir a esquerda da direita e tenho péssima noção de espaço e distâncias – o que normalmente deriva em encontrões e pisaduras frequentes. Quando comecei a treinar com o Pedro não dava mais do que dois saltos à corda – postura errada das pernas e dos braços e coordenação zero. Comecei por saltar como sabia – com os pés alternados, passei para pés juntos mas dava erradamente sempre dois saltos entre a passagem da corda. O Pedro, pacientemente, foi-me corrigindo a postura, especialmente dos braços, e tentando criar em mim a noção de ritmo, através de várias técnicas como, por exemplo, olhos fechados, música alta e ritmada, fixando um ponto ou silêncio absoluto. Atualmente já consigo fazer 50 saltos seguidos a um ritmo bastante superior.

Apesar do número que apareceu na balança ser um pouco desmotivador, a nível físico a diferença já é notória. Compro sempre roupa larga e, às vezes, até o tamanho acima do que seria necessário, por isso, foi com naturalidade que arrumei (espero que definitivamente) alguns dos pares de jeans que (já sendo normalmente grandes) agora me ficam a boiar. Acho que mais do que qualquer outro indicador, os centímetros a menos na cintura são o mais visível. Posto isto, o próximo objetivo é voltar a caber num 38!

Para um acompanhamento personalizado, consulte as nossas soluções em http://www.treinoemcasa.com/.

Share.

About Author

Leave A Reply